Enterococcus-spp

Especial microrganismos: Entendendo a Enterococcus

Dando continuidade ao assunto, hoje falaremos sobre mais um o microrganismo encontrado geralmente na água, mas que de acordo com Anvisa devem ser rigidamente controladas pelas empresas para evitar proliferação de infecções. A escolhida de hoje é a Enterococcus.

Elas são bactérias gram-positivas, normalmente encontradas no intestino e no trato genital feminino. Existem 14 espécies descritas de Enterococcus, sendo o E. Faecalis e o E. Faecium as espécies que normalmente promovem colonização e infecções em humanos.

Os principais sintomas e causas das infecções são:

– Flora intestinal desequilibrada
– Infecções intestinais
– Infecções urinárias causadas após ato sexual em mulheres e endoscopia
– Abscesso abdominal
– Presença do germe no sangue
– Dor
– Diarreia
– Erupção cutânea
– Inflamação dos tecidos internos do coração
– Úlceras nos pés (principalmente em diabéticos)

Essa bactéria não é transmitida pela tosse ou pelo ar, e sim pelo toque ou pela água. É também provável ser transmitida por contato indireto através de objetos contaminados. Para evitar a infecção é indicado que profissionais da saúde insistam na higiene exaustiva em meios hospitalares, principalmente em unidades neonatais e de terapia intensiva. Utilizando também luvas para diminuir a chance de contaminação.

As bactérias têm normalmente uma vida longa nas zonas inanimadas, por isso é fundamental uma limpeza regular das casas, principalmente o uso de produtos para limpar as superfícies da cozinha. Outro fator importante é a limpeza da água consumida. É extremamente necessário fazer uma melhor gestão da qualidade da água, a fim de minimizar a taxa de multiplicação de Enterococcus.

Quer saber mais sobre como fazer uma análise correta da água para evitar assim a contaminação com microrganismos? Acesse esse link e leia mais sobre o nosso Kit Microbiológico. E para não perder nenhuma das nossas dicas sobre meios de cultura e análise de água mineral continue acompanhando as nossas publicações aqui no blog.

Até a próxima!
Equipe KITLABOR

Fonte:
www.anvisa.gov.br
www.doencasesintomas.blogspot.com

COMPARTILHE

Fechar Menu
×

Carrinho